Google+ Badge

domingo, 25 de maio de 2014

A HISTÓRIA DA INFÂNCIA E MULTICULTURALISMO

História da infância e multiculturalismo


COMPETÊNCIA1:  Desenvolvimento Pessoal e Social
Autoconceito e autoestima;
Habilidades e competências sociais;
Uso racional e crítico das TIC;
Aprendizagem de uma cidadania democrática;
Resolver os assuntos de aptidão;
Decidir a presunção de igualdade;

TÍTULO DA ATIVIDADE: Múltiplos desafios na ação educacional

ÂMBITOS:
Conhecer o aluno;
Integrar o grupo-turma;
Otimizar e auto organizar o tempo;
Favorecer o autoconceito e autoestima positivo;

OBJETIVOS:
Facilitar o conhecimento dos alunos;
Organizar os alunos em grupo-turma
Reforçar as atuações dos professores, alunos, famílias e outros profissionais;
Reforçar o processo ensino-aprendizagem.

DESENVOLVIMENTO:
Desenvolver as atividades com orientação pessoal e social;
A orientação escolar será centrada no ensino-aprendizagem;
A orientação profissional será focada na maturidade vocacional;
Desenvolver um processo informacional; envolvendo a execução do trabalho, como ele é realizado, como toda a atividade é exercida por quem trabalha com as TIC;
Compreender o conjunto de recursos utilizados para o atendimento do trabalho com a informação, como softwares, hardware, diretórios, documentos especializados da arquitetura informacional.
Definir as diretrizes para o gerenciamento e uso das informações.
A orientação das equipes docentes da escola terá a meta de alcançar uma maior coerência na realização das atividades orientadas pela ação tutorial

RECURSOS:
Livros, TV, Datashow, Lousa, Giz, DVDs, Alunos, Professores, Alguns membros da comunidade.

AVALIAÇÃO:
Prova escrita, prova oral, dissertação, teatro, apresentação de trabalho, seminário.


COMPETÊNCIA 2:  Prevenção das Dificuldades no Processo de Ensino e Aprendizagem
Levar o aluno, durante a Aprendizagem a reflexão;
Envolver a reflexão a respeito do que é lido e estudado;
Envolver a percepção do significado e análise e comparação dos fatos; diferenciação de ideias e abordagens finalizando com a síntese e o julgamento do conteúdo;
Assimilar a apropriação dos dados da aprendizagem;

ÂMBITOS:
Compreender o hábito de leitura;
Melhorar os programas específicos da capacitação educacional;
Melhorar e incentivar a emotividade do ensino-aprendizagem;
Apoiar e estimular a aprendizagem com didática especifica.

OBJETIVOS:
Facilitar a integração do aluno no grupo-classe e na dinâmica escolar;
Informar aos alunos os resultados do processo de avaliação contínua e assessorá-los sobre as dificuldades detectadas e sobre sua promoção;
Dinamizar a participação dos pais e mães em atividade de apoio à aprendizagem, como, atividades esportivas, animação sociocultural, orientação profissional;
Favorecer os processos de amadurecimento vocacional e orientação escolar e profissional dos alunos.
Fomentar o desenvolvimento de atitudes participativas e solidárias.

DESENVOLVIMENTO:
O aluno desenvolverá uma reflexão sobre si mesmo de tal modo que aprenda a conhecer-te, desenvolvendo atividades que valorize suas qualidades com os esforços com a finalidade de modificar aquilo que não lhe satisfaz, reconhecer e aceitar as mudanças necessárias em sua vida pessoal, familiar e continuar a construção positiva de sua pessoa.
Demonstrará que adquiriu uma visão global de seu ambiente, consciente da necessidade de estabelecer metas pessoais para a construção de seu projeto de vida.
Promover uma prática demonstrativa de uma aprendizagem de cidadania democrática, demonstrado a melhoria da motivação e apoio à aprendizagem e técnicas de estudos.
Mostrar conhecimento do sistema de igualdade de gênero visando a futura escolha de estudos e profissões em uma tomada de decisões.

RECURSOS:
Livros de apoio psicológicos, Filmes: DVDs de ajuda na compreensão de Ensino-Aprendizagem,
Jogos Lúdicos: Xadrez, Dama, Cartas, Quebra-cabeça, Internet para realizar trabalhos como: Caça ao tesouro, Web-quest, Cartaz, Familiares, professores, profissionais da educação, comunidade.

AVALIAÇÃO:
Prova escrita, interpretação e produção de texto, prova oral, Prova objetiva (teste), Entrevista, conduta moral.


COMPETÊNCIA 3: Orientação Acadêmica e Profissional
Levar o professor e o profissional da educação, a organizar e planejar sua ação funcional;
Capacitar para a análise de síntese a automotivação;
Ter equilíbrio emocional;
Ser flexível;
Ter comprometimento;
Ser criativo e proativo;
Ter espírito de liderança;

ÂMBITOS:
Conhecer a rotina de trabalho;
Conhecer o ambiente básico de informática virtual de ensino-aprendizagem;
Ter conhecimento sobre relacionamentos interpessoais;
Melhoria da motivação;
Ter excelente comunicação (oral/escrita),
Saber trabalhar em equipe;
Ter pleno conhecimento da disciplina ministrada.

OBJETIVOS:
Representar o Conselho de Professores e Tutores no Conselho Pedagógico;
Divulgar toda a informação necessária junto aos professores Tutores o adequado desenvolvimento de suas competências;
Convocar, coordenar e presidir as reuniões de Pais e Mestres;
Planificar em colaboração com os pares, as atividades a desenvolver anualmente;
Colaborar com os professores tutores na elaboração do PAT (Plano de Ação tutorial).
Estabelecer a relação entre a escola, os professores e tutores;

DESENVOLVIMENTO:
Considerar e avaliar as características dos alunos, fará a identificação das necessidades dos alunos no Projeto Educativo da Escola, tendo como referência as finalidades da Ação tutorial,
Desenvolverá as definições dos objetivos de cada ciclo e nível, programando as atividades da avaliação do PAT.
Estabelecerá o calendário, recursos e pressupostos para definir as modalidades e estratégias de desenvolvimento das atividades, sintetizando as metas da tutoria na orientação acadêmica e profissional, centrando-se em estimular um desenvolvimento integral do aluno, levando em conta: desenvolver os aspectos pessoais, atender à diversidade, mediante adequadas adaptações curriculares, preparar para a vida.




RECURSOS:
Curso de Capacitação, Avaliação de persuasão, Programas específicos para a melhoria das capacidades básicas (Cursos de titularização), Biblioteca específica da área de atuação,
Encontro, retiros para reflexão e relaxamento, material de apoio ao trabalho (Vídeos, equipamentos de multimídia, etc.).

AVALIAÇÃO:
Demonstrar ter conhecimento sobre o que é o PAT, e os elementos que o compõem;
Demonstrar ter habilidade de operação dos equipamentos: Laptop, Datashow, Som, Imagem, Vídeos, Será avaliado sua qualidade textual (escrita e oral) , Postura sinestésica, sua persuasão perante o aluno e comunidade.


JUSTIFICATIVA POR QUÊ DAS TRÊS COMPETÊNCIAS
Tendo em vista hoje a introdução das TICs no sistema Educacional, se fará um monitoramento da Informação e Inteligência Competitiva. Busca-se superar os múltiplos desafios do mundo, que se volta para a informação e o conhecimento.
O desenvolvimento pessoa e social, a prevenção das dificuldades no processo de ensino-aprendizagem e a orientação acadêmica e profissional constituem uma nova abordagem para o planejamento e a administração estratégica dos centros educacionais, fortalecendo o processo de tomada de decisões.

Decisões estas pelo surgimento da interdependência resultante da globalização e o surgimento do que se denominou chamar “sociedade da informação” ou “sociedade do conhecimento”, tendo em vista a aceleração das tecnologias da informação e comunicação que impactaram e tiveram consequências sobre as escolas ou empresas, ocasionando mudanças nos métodos d ensino, trabalho, pesquisa e utilização dos dados e informações.

Assim, foram apresentadas as três competências e os diversos métodos e instrumentos de monitoramento da informação e inteligência competitiva como subsídios para a aplicação das técnicas de ensino-aprendizagem e decisões educacionais.


BIBLIOGRAFIA

Apostila FUNIBER – Fundação Universitária Iberoamericana – Tombo II – Disciplinas: A Ação tutorial no Sistema educativo, As TIC na Aula. Aplicações Didáticas e Utilização de Recursos.


O PLANO DE AÇÃO TUTORIAL – PAT tem como objetivo estabelecer ações mediadoras de caráter preventivo com foco nos âmbitos acadêmico, relacional e demandas naturais do desenvolvimento da pessoa (formação integral).

Para desenvolver este trabalho, contamos com o apoio do livro “ANJOS DO PEDAÇO”, de Sandra Saruê. Anjos do Pedaço é um livro que aborda diversos problemas enfrentados atualmente. O texto da autora Sandra Saruê expõe desafios muito próximos da realidade da escola e da própria sociedade: violência, preconceito, acessibilidade, preservação do meio ambiente e cuidado com os animais.

O trabalho com a obra exigiu dos alunos a promoção da “Cultura da Paz”, baseada na tolerância, no respeito mútuo e na cooperação – conceitos fundamentais e necessários para a construção da noção de cidadania.
No dia 29 do mês de outubro a autora Sandra Saruê encontrou – se com os alunos de 2° ano na Biblioteca do colégio. Este momento promoveu contato direto com a escritora, quando as crianças puderam tirar dúvidas sobre a história e a autora pode mostrar o objetivo da escrita do livro.

Na pequena infância, o ato mental se desenvolve no ato motor, ou seja, a criança pensa quando está realizando a ação e isso faz com que o movimento do corpo ganhe um papel de destaque nas fases iniciais do desenvolvimento infantil”.
Henry Wallon

Dentre as diversas atividades propostas nas aulas de educação musical, o reconhecimento das partes da música é trabalhado auditivamente, seja ouvindo ou cantando e por meio de dinâmicas psicomotoras.

A vivência corporal torna o processo de musicalização dinâmico e significativo.
A música não é tratada como um elemento exterior, mas é sentida, vivenciada e executada.
Melodia, ritmo e bases psicomotoras são trabalhados concomitantemente e tanto o desenvolvimento das bases como o entendimento musical se consolidam aos poucos como podemos verificar no filme do Infantil 2.

Num estágio posterior os alunos reconhecem as partes que devem ser executadas. Entram cada vez mais acertadamente nos momentos rítmicos corretos, respeitando a vez de cada grupo.
O desenvolvimento psicomotor está mais amadurecido, porém, sendo um processo, manipulam, aos poucos, os instrumentos de maneira mais adequada.
Atenção e tônus são trabalhados tranquilamente para, cada vez mais em alerta, regular as entradas e paradas e para o controle da intensidade do toque.
Podemos conferir este estágio do trabalho no filme do Infantil 3.

Atividade 

Tema. Ação tutorial em ambientes virtuais de formação
Esta atividade se localiza dentro do plano de ação tutorial.

Objetivos
• Planejar e desenvolver a partir de um caso um plano de ação tutorial
que permita a execução das funções do tutor de maneira adequada.
• Selecionar, planejar e desenvolver os espaços e ferramentas necessários para executar a ação tutorial.

Descrição
De maneira individual, tendo em conta o contexto da instituição educativa e características dos destinatários um Plano de Ação Tutorial que integre entre outros: os compromissos do tutor com a instituição, compromissos com o alunado, temporalização concreta do desenvolvimento do curso, atividades, lugar de entrega, formato, sequencia abertura e fechamento das semanas de
trabalho, É aconselhável estabelecer 4 momentos no processo: antes do início do processo formativo, durante o início do processo formativo, durante seu desenvolvimento e ao finalizar o processo de E-A.

Por outro lado se planejará e desenvolverá no EVEA os diferentes espaços e ferramentas de comunicação para executar o plano de ação tutorial.
Esta atividade se realizará durante as sessões não presenciais e integrará atividades anteriores coletando as observações e propostas de melhora em cada uma delas.

Resumo

Competência: Resultados Para quê?
Planejar o plano de ação tutorial nos diferentes momentos do processo de E-A Criar os espaços e proporcionar as ferramentas necessárias para executar o PAT

Plano de Ação tutorial




 Para iniciar e desenvolver com êxito a ação formativa