Google+ Badge

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

TERRÍVEL CRISE ENERGÉTICA MUNDIAL


Segundo alguns especialistas políticos, existem quatro tipos de países no mundo.

1-      Países “A” são os produtores de petróleo e cereais;
2-      Países “B” são os produtores de petróleo e importadores de cereais;
3-      Países “C” os produtores de cereais e importadores de petróleo;
4-      Países “D” os produtores de    “problemas”, Não têm petróleo e nem cereais.

Para maior desgraça, em momento tão grave da história em que se precisa cada vez mais de energia para produzir alimentos, estamos sendo ameaçados por uma terrível escassez de energia mundial, porque as fontes produtoras d energia estão esgotando-se   rapidamente.

A partir da década de 70 (século XX) principalmente dos primeiros dias de 1971 o “Cavalo Preto da fome”, e da crise do petróleo começou praticamente a dar voltas pela terra, e segundo já dizia os especialistas da época 'que não se findaria seu percurso infernal, até que venha o momento em que uma família só terá meio quilo de trigo cru, para se alimentar durante o dia', (Apoc. 6.6).

A partir de 1971 os fabricantes de automóveis do mundo ficaram abalados ante a terrível possibilidade de que o petróleo se esgotasse a qualquer momento, as grandes potencias energéticas mundiais começaram a dar-se conta de que sua sobrevivência dependiam das fontes produtoras de energia não exploradas dos países subdesenvolvidos.

Durante esse tempo, Canadá pôs restrições ao envio de petróleo para os Estados Unidos, A Rússia rejeitou enviar mais gás para a Austrália; tudo isto foi considerado pelos entendidos da matéria, como uma clara evidência da crise energética mundial.
Em 1971 a Ford paralisou 18 fábricas de carros, e a Inglaterra começou a trabalhar somente cinco dias por semana.
João Carver, alto chefe da comissão geral de energia elétrica dos Estados Unidos disse: "Durante os próximos 20 ou 30 anos daremos início a correria da morte com a crise energética, para poder salvar nossas vidas, o mundo dependerá de energia para salvar-se, se fracassarmos na imperiosa necessidade de achar novas fontes energéticas, nossos filhos serão os últimos habitantes do planeta e o mundo pertencerá unicamente aos insetos; o mais terrível é que não se sabe exatamente quanto petróleo está armazenado na terra".

O Escritor do livro “Quando o Petróleo Findar” diz que nem um país está realmente preparado para enfrentar os problemas que virão a terra quando o petróleo findar, e que somente os países que tenham muito carvão, poderão salvar-se.

Uma pergunta inteligente: Poderá a energia termoelétrica salvar-nos? A resposta é um estrondoso NÃO, porque está escrito na Bíblia que para o fim do mundo, se secarão os rios, porque faltará chuva, e por isso as turbinas não poderão funcionar e produzir a energia elétrica. ” Ele converte rios em deserto, e nascentes em terra sedenta” Salmo 107:33; “..E o rio se esgotará e secará. Também os rios apodrecerão e se esgotarão, e secarão. Is. 19.5,6; “Quem diz à profundeza: Seca-te, e eu secarei os teus rios”. Is. 44.27; “Ele reprende o mar, e o faz secar, e esgota todos os rios...”. Naum 1:4.  “Naquele dia as virgens formosas e os mancebos desmaiarão de sede” Amós 8.13 

Quando tudo isso acontecerá? Não sabemos, mas, os sinais são evidentes que está próximo. Por exemplo, vejam a falta de água em diversas partes do mundo.
(Prof. José Lopes de Oliveira – Me. Em Ciência da Educação /Pedagogo/Psicopedagogo).