Google+ Badge

terça-feira, 24 de julho de 2012

PSICOPEDAGOGIA

Que saudades das aulas de Pós-graduação em Psicopedagogia, e faço aqui referencia à professora Susana que, com maestria e amor nos passou instruções e experiência de vida e profissional.
Lembro-me muito bem quando ela dizia com sabor: "A Psicopedagogia é uma área do conhecimento. Cujo objeto de estudo é o sujeito cognoscente, isto é, o sujeito que constrói seu saber".

Pois bem, a atuação da Psicopedagogia foca o processo de aprendizagem humana, não apenas no âmbito escolar, ou restrito a uma determinada fase de desenvolvimento do indivíduo, visto que a aprendizagem é um processo contínuo que ocorre em todos os espaços ou lugares, em diferentes momentos e situações, durante toda a existência do ser humano.

O Psicopedagogo é um profissional que congrega conhecimentos de áreas como: Psicologia, Neuropsicologia, Pedagogia e outras áreas afins, com o objetivo de intervir, utilizando de seus próprios instrumentos, no processo interativo, mas também contemplar ou mesmo potencializar as diversas competências de forma inter e transdiciplinar.

A Psicopedagogia é a área de conhecimentos cujo objeto é o sujeito na construção de seu saber, com foco no proceso de ensino-aprendizagem.

O Psicopedagogo, utilizando instrumentos próprios, atua não só diagnosticando dificuldades, mas  intervindo, de forma inter e transdiciplinar, na potencialização das diferentes competências.

Introduzida no Brasil por mãos argentinas e francesas de Psicólogos e Psicanalistas no final da década de 60, a Psicologia  Institucional surge como um momento de revisão e crítica do pensamento e da prática profissional, que e restringia aos atendimentos  terapêuticos individuais e em consultórios, vistos com uma conotação "cientificista" e "aburguesada" ao olhar das esquerdas nacionais.

"Uma classificação é um modo de ver o mundo de um ponto no  tempo. Não há de que o progresso cintífico e a experiência com o uso dessas diretrizes irão requerer suas revisões e atualizações". CID-10. (Transtornos Mentais/de Aprendizagem/Atenção)

Em cada circustância, há um tempo em o Psicopedagogo deve se levantar para responder às necessidades daquele momento. Portanto, todos têm a oportunidade de fazer uma diferença positiva na sociedade. Infelizmente, há períodos em que nenhum Psicopedagogo se levanta no momento necessário.

Por que um Psicopedagogo não se levanta imediatamente quando as circustâncias exigem? Muitas vezes é porque as pessoas não preparam o espírito. então, que tipo de espírito precisam ter?
É importante que O Psicopedagogo desenvolva "habilidades" a fim de lidar de maneira eficaz. Entretanto, em primeiro lugar, há quatro importantes qualidades do espírito que todo grande Psicopedagogo deveria desenvolver em sua própria vida: Credibilidade, Respeito, Consistência e Confiança. Pois isso enobrece  e eleva o caráter e integridade do profisisonal de Psicopedagogia que são indispensáveis. Para desenvoler a disciplina, segurança e a identidade, convicções pessoais, valores e ética.

A Psicopedagogia funciona na base da Confiança. A integridade tem alto valor de influência. Para combater nossa tendência a trabalhar em nossa própria imagem do que nossa integridade.
Integridade significa viver a verdade em minha própria vida primeiro, antes de lidar com a de outrem.
Uma personalidade carismática pode atrair pessoas, mas somente a integridade as manterá. Integridade é uma vitória, não um dom.

Você só se tornará aquilo que você está se tornando nesse exato momento.
Prof. José Lopes