Google+ Badge

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

TDAH - TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE.


O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é um transtorno de desenvolvimento do autocontrole que consiste em problemas com períodos de atenção, com o controle do impulso e com o nível de atividade, sua origem é genética. Os primeiros sintomas costumam aparecer ainda bem cedo, ainda bebés já mostram - se irritadiças, chorando muito, movendo-se durante o sono e acordando várias vezes durante a noite. No entanto, o diagnóstico torna-se mais comum depois que a criança entra na escola, porque é neste momento da vida que a comparação com outras crianças é mais constante, evidenciando um comportamento diferente. Estas crianças possuem menor atividade cerebral na região frontal que envolve a inibição do comportamento. Suas principais características são: desatenção, impulsividade e hiperatividade; cada criança poderá apresentar uma ou todas as características no seu comportamento. O tratamento para esse tipo de transtorno poderá ser feito por medicação, terapias, aconselhamento com profissionais habilitados como: psicopedagogos, psicólogos, pediatras, neuropediatras que irão auxiliar no desenvolvimento desta criança dentro da instituição escolar. Cabe ressaltar que não existe uma forma para medir o grau da hiperatividade, por isso é fundamental que o psicopedagogo conheça a história da criança faça uma análise e desenvolva junto com professores intervenções para minimizar a hiperatividade. Os pais e professores dos alunos com TDAH precisam ter uma nova postura, sendo flexíveis, criativos e aberto a mudanças evitando assim que esses alunos se tornem indisplinados e rebeldes.
 É natural as crianças serem desatentas e impulsivas e exibirem altos níveis de energia de vez em quando. No caso de TDAH, essa conduta manifesta-se quase todo o tempo, fazendo necessário uma avaliação adequada da criança.

Para mais  informações contate Prof Lopes - sepol.net@gmail.com  ( 11) 7452-0677

SIMPLES DETERMINAÇÃO


SIMPLES DETERMINACÃO
Uma determinação poderosa e um compromisso inabálavel podem fazer com que o desencorajamento se transforme na ferramenta para uma direção muito positiva. Richard Power
Não há duvida de que o desencorajamento pode nos levar à derrota. Mas esse mesmo desencorajamento tem também a habilidade de nos empurrar a novas determinações e inusitadas resoluções. O desencorajamento pode lhe drenar as energias ou lhe trazer uma nova vitalidade, impulsionando-o em direção a um caminho melhor. Tudo irá depender de como você responderá ao desencorajamento que surgir em seu caminho. 

Todo e qualquer esforço que possa resultar em algo significativo irá – fatalmente – se defrontar com o desencorajamento. Algumas vezes isso lhe parecerá um peso maior do que você pode suportar. Mas o desencorajamento é mesmo um peso, ou uma bênção disfarçada? A decisão é toda sua. O fato é que você pode transformar desencorajamento em bênção, caso assim desejar. 

É impossível evitar eventuais desencorajamentos, mas é perfeitamente possível fazer com que eles trabalhem a seu favor. Isso porque simplesmente você tem o controle da decisão. Ao fazer do desencorajamento seu aliado ele pode torná-lo mais forte, mais determinado e muito mais bem-sucedido.


Fonte: Amigos Batistas

Para Meditação:
Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então é que sou forte.  II Coríntios 12:10