Google+ Badge

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

UMA NOVA IDENTIDADE

A Palavra de Deus e a oração são especialmente importantes para aqueles que tomaram o passo de confiar em Jesus Cristo como Salvador, já que todos eles receberam uma Nova Identidade ao crerem.

Nasceram de novo, pertecem à família de Deus e desfrutam agora da presença do Espírito Santo. Esta nova identidade como filho de Deus começa a refletir em um novo comportamento que mostra a nossas ações internas e externas para com o próximo, com o mundo e com a sociedade, revelando assim o que  Deus fez por nós.
Leia as seguintes passagebs da Bíblia que nos ajudam a compreender o que Deus realizou e qual deve ser a nossa resposta para com Ele.

* I João 3:1-3 - Vede quão grande amor nos concedeu o Pai, que fossemos chamados filhos de Deus. E somos seus filhos! O mundo não nos conhce porque não o conheceu. Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque assim como é, o veremos. E todo o que nele tem esta esperança, purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.

* II Coríntios 5:17 - Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo.

* Romanos 6.5-14 - Se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na sua ressurreição. Pois sabemos isto, que o nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de não servirmos mais ao pecado; porque aquele que está morto está justificado do pecado, Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. Pois sabemos que, havendo Cristo ressurgido dentre os mortos, já não morre; a morte não tem mais domínio sobre ele. Pois quanto ao ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas qaunto ao viver vive para Deus. Assim também considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências. Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade, mas apresnetai-vos a Deus, como vivos dentre os mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porque não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.

* I Pedro 2:9 - Mas vós sois a geraçao eleita, o sacerdócio real,  a nação santa, o povo adquirido para que anuncies as grandezas daquele que vos chamou das trevas paa a sua maravilhos luz.

* Efésios 5:8-9 - Pois outrora éreis trevas, mas agora sois luz do Senhor. Andai como filhos da luz, pois o furto consiste em toda a bondade, e justiça e verdade.

Nossa relação com Deus e a nova identidade resulta em que formamos parte do corpo de Cristo, que a Bíblia chama a Igreja. Ainda que muitas denominações se reúnem em muitos edifícios ou templos, ela na realidade consiste de todos os que creram em Jesus Cristo como seu Salvador, e são habitados pelo Espírito Santo.

Os que formam a igreja são responsáveis para reunir-se para a adoração e louvor a Deus, como também para edificação e ajuda mútua. Deus Pai planejou a igreja com Jesus Cristo como cabeça e com o Espírito Santo criando a unidade entre seus membros, dando-lhes o poder para viver a vida cristã,e repartindo os dons para sua edificação.

A meta da oigreja consiste em chegar a ser semelhante a Cristo, compartilhar as Boas Novas da salvação gratuita que Deus nos  oferece, fazer discipulos, ajudar uns aos outros mutuamente e presservar-se fiel na obediência até  a sua volta. No seu regresso Ele ressuscitará os cristão que morreram, transformará os que ficarem vivos e levará a ambos para estar com ele para sempre.

Minha oração é que o Espírito Santo use, pois, cada filho (a) de Deus para ajudar a transformar esse mundo de trevas em um mundo de paz, e que cada pessoa encontre um Nova identidade em Cristo.

                                                                                                                         Pr. José Lopes de Oliveira