Google+ Badge

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

FILOSOFIA E RELIGIÃO

Outro dia ouvi um amigo comentar no meio de um de suas preleções, a respeito de seus colegas professores e alunos,  o motivo dele ser pastor e professor de filosofia. então disse ele: "pastor também pensa".

Penso eu, que a solução positiva desta dificuldade de muitos entenderem, não entenderem pode ser encontrada na consideração do modo de ser e de agir de Deus diferente daquele modo  que encontramos no mundo.

Deus compenetra intimamente o ser e o agir de todo o mundo. Seu ser e seu agir não estão ao lado mas dentro e acima de todo o criado; é um ser e agir diferente.

Há ainda a questão da religião. O Deus dos filósofos - infinito, necessário, o ser que tudo funda e causa - pode ser identificado com o Deus dos cristãos - Pai amoroso e Salvador, com quem os cristãos estão certos de falar na pregação. O Deus da religião se distingue da Causa do mundo dos filósofos num ponto decisivo: Ele é Santo. O que seja santo e santidade ninguém é capaz de dizer com exatidão, tão pouco como nos podem dizer o que é dor ou doloroso. Mas é um fato na consciência do homem, se acha esse conceito de SANTO.

Tudo que podemos afirmar filosoficamente sobre Deus é reconhecido também pelo homem religioso; e este sabe a respeito de Deus muito mais que os maiores metafísicos.

Platão, afirma que  existe alguma coisa que está além da filosofia. Se for crente - receberá da religião a resposta para muitos de seus angustiantes problemas. Seu conceito de Deus não será por ela rejeitado, tornando-se somente mais completo e vital.

Se desejar aprofundar mais sobre o Tema  pesquise o livro: Diretrizes do Pensamento Filosófico de J.M. Bochenski. Editora Herder, 1967 - 3ª edição.

Boa leitura e boa reflexão.
Pr/Prof. J.Lopes é Missionário da JMN/CBB na Região Noroeste e Oeste da Capital Paulista.