Google+ Badge

terça-feira, 13 de agosto de 2013

OPORTUNIDADE - SABEDORIA

“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião” (Ec 3.1)


De todas as coisas que temos o privilégio de administrar, como direito outorgado pelo próprio Deus, se apresenta o tempo. É incrível como há quem com sabedoria, proveito e muito sucesso utilizam o “seu” tempo. Por outro lado encontramos muitíssimos seres humanos passando pela vida simplesmente, sem nenhuma realização, sem nenhum progresso. Para ser bom mordomo das oportunidades com as quais somos premiados, precisamos de senso de possibilidade, coragem, agilidade e decisão.



A Bíblia Sagrada tem muito a dizer sobre o tempo. Pra começar, foi Deus quem criou as condições para que o homem usufruísse dessa bênção , próprio Deus regulamentou esta condição, Ele primeiro é quem falou de dia e noite, sol e lua para governá-los respectivamente (Gn 1.5,16), Deus criou e deixou para que nós o administrássemos.Como estamos nós exercendo essa mordomia?



O ser humano com sabedoria com que foi dotado tem revolucionado, literalmente o uso do tempo, já vai muito longe a data em que a noite era destinada apenas para o repouso e somente o dia para as atividades produtivas, quer na indústria no comércio, no turismo, ou mesmo na agricultura. Hoje é possível realizar praticamente toda atividade de forma contínua de dia e de noite.Convém lembrar que nos tempos bíblicos nem o culto a Deus era celebrado à noite e sim somente durante o dia.É bom que o ser humano use, já que é possível, o máximo do tempo que puder para servir a Deus. Precisamos da sabedoria equilibrada em usarmos para glória de Deus a riqueza chamada TEMPO, infelizmente, muitos estão desperdiçando boa parte de seu tempo com coisas que não edificam, não trazem nenhum benefício para si, para os outros ou glória para Deus. A ganância exacerbada do homem tem pressionado o mesmo a viver correndo “atrás do tempo”. Ganhar tempo é a proposta dos modernos meios de vida criado pela inteligência humana, os meios de transportes tornam-se cada vez mais velozes ao ponto de viagens que demorava-se semanas hoje se faz em poucas horas, nas comunicações os fantásticos avanços tecnológicos fazem com que os acontecimentos ou pronunciamentos mundiais, sejam comunicados quase instantaneamente em todas as partes do mundo e para alguns em tempo real. Isto, porém não significa absolutamente, onisciência, esta é atributo exclusivo da divindade.



Deus em sua palavra, fala muito sobre as questões relacionadas ao tempo e por certo é de bom proveito para nós, sabermos com equilíbrio o verdadeiro interesse do ensino bíblico sobre isto. Uma das interessantes expressões da Bíblia sobre tempo está em Efésios 5.16, onde Paulo diz “Remindo o tempo porque os dias são maus”. No contexto aprendemos que o sentido é de que o crente em Jesus Cristo deveandar (viver) de forma prudente e sábia. Também entendemos que, ao usar o termo remir, cujo significado é compara de novo, resgatar, ele nos está ensinando a darmos o devido valor, aquilatarmos de forma correta o tempo que nos é dado. Literalmente estaria dizendo “Aproveitai as oportunidades”. Com toda razão há plenas justificativas para esta admoestação, pois uma oportunidade perdida estará para sempre perdida, poderemos até sermos brindados com “outras”, mas será sempre e sempre outras, não a mesma. Conforme li em um folheto: Oportunidade “pitorescamente, significa “em frente da porta”. Ela costuma chegar sem ser esperada para que a aproveitemos. Conta-se que numa das cidades da antiga Grécia havia uma estátua chamada de “Estátua da Oportunidade”, na qual estava escrito um suposto diálogo entre um viajante e ela, com as perguntas e respostas seguintes: “Qual é teu nome, ó estátua?”. “Sou a Estátua da Oportunidade”. “Por que tens asas nos pés?”. “Para mostrar que rapidamente me vou”. “Por que são os teus cabelos tão longos na frente?”. “Para que as pessoas possam me segurar mais facilmente quando estou à frente delas”. “Por que há poucos cabelos na parte de trás de tua cabeça?”. “Para mostrar que depois de eu ter passado, não posso mais ser alcançada””.



Ainda li em outro lugar o que segue: “Perdeu-se ontem entre o nascer e o pôr-do-sol uma preciosa hora adornada de sessenta ricos minutos, não se oferece recompensa, pois ela está eternamente perdida”.



Em outro lugar ouvi: “Há três coisas que não voltam a trás jamais. A pedra que se atira, não volta para a mão do atirador; a palavra falada, e uma oportunidade perdida.”


As oportunidades da vida estão inseridas no contexto de tempo que nós temos e felizes são os que sabem (ou conseguem) identificar uma situação de aproveitamento oferecida por alguém ou pelo próprio Deus. Tomar conhecimento do dia em que se está no calendário de Deus é fator preponderante. O Senhor Jesus falou de pessoas que souberam interpretar o seu tempo à luz das profecias, promessas e ações de Deus (Mt 16.2,3Lc 19.44).



Na primeira passagem não souberam entender os sinais do céu, na outra os habitantes de Jerusalém por não identificarem sua última oportunidade, sofreriam completa destruição.O crente precisa buscar discernimento para que sua vida não passe em vão nesta rápida passagem pela Terra. Ainda “ontem” eras um garotinho (a) lembras? As doces brincadeiras com os coleguinhas, sem preocupações, sem muito pra fazer, uma delícia, não era? É, o tempo voou ! hoje você é um homem formado, ou uma dona de casa e quando nesses momentos fazemos uma retrospectiva, o que vemos? Quais foram minhas realizações produtivas, úteis para a minha família, meus semelhantes? Mas ainda há tempo de cada um tomar atitude positiva de ser útil e não esperarmos que tudo aconteça.



Oremos como Moisés que pediu: “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio” (Sl 90.12).



Colaboração para o Portal EscolaDominical: Ev. Clari Casturino de Mattos