Google+ Badge

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

UM DEUS QUE ESCREVE CARTAS




Você sabia que Deus também escreve cartas? A Bíblia registra sete cartas que Ele escreveu às  igrejas da Ásia. Numa delas, à igreja de Éfeso, ficaram registradas estas consoladoras palavras:
Conheço as tuas obras, o teu trabalho e a tua paciência... e sofreste e tens paciência.” Apoc.2:2-3.

Nem sempre estamos preparados para enfrentar as durezas da vida. E por não estarmos preparados, somos tentados a acrescentar à nossa dor a idéia um tanto quanto neurótica de que ninguém está se importando  com o nosso calvário pessoal. Somos tentados a nos colocar na posição de vítimas solitárias e injustiçadas, achando que todos nos abandonaram na hora mais escura da vida.

Esta percepção, não é verdadeira. O Senhor diz: “conheço as tuas obras, o teu trabalho e a tua paciência... e sofreste e tens paciência”. Mesmo que os homens ignorem a nossa tribulação, Deus diz: “Conheço...”. como nada pode passar despercebido aos seus olhos onividentes, Ele se apresenta a nós em nossa provação e nos garante a solidariedade de sua presença.

A vida difícil numa família complicada, Deus conhece! A enfermidade inexplicável junto com o remédio intragável, Deus conhece! O relacionamento difícil com um patrão injusto, Deus conhece! O salário baixo, o orçamento de renda minguada, Deus conhece! Os sonhos adiados ou os  projetos destruídos, Deus conhece! A dor de perdas profundas, Deus conhece! Cicatrizes evidentes que arrastamos conosco pela vida, Ele as vê agora mesmo modo como as viu quando elas eram feridas abertas derramando sangue. Foi por isso que o escritor francês Vitor Hugo disse: “O vós, os que chorais, vinde a esse Deus, porque Ele chora”. Ele não é Deus distante e frio, habitando nas nuvens da indiferença, mas um que se identificou com as nossas limitações, à exceção do pecado. Já que em nenhum outro lugar achamos refúgio, corramos para Cristo, porque Nele encontraremos proteção verdadeira!


MISSÃO BATISTA EM VILA UNIÃO
Rua Jorge de Freitas, 169  - CEP 02911-030
Vila União /SP

CELEBRANDO O AMOR DE DEUS EM JESUS
Participe conosco e traga sua família:

Terça-feira às 19h30 – Celebrando ao Amor de Deus à família

Sábado– 16h  Celebrando a Alegria de Jesus com as crianças

Para marcar um Aconselhamento Pastoral escreva para:

marque um horário com Pr Lopes e Miss. Elisete

Sejam bem-vindos


DIA DO IMIGRANTE

             O perfil da atual SAARA, começa a ser traçado em fins do século XIX, com a chegada dos primeiros imigrantes de origem síria e libanesa que se estabeleceram nas imediações da Praça da República e da Rua da Alfândega.
            Os censos demográficos de 1906 e 1920, a região que hoje a Saara - registrava um grande o número de estrangeiros com expressiva presença de imigrantes da Grande Síria e/ou "Turquia-Asiática". muitos deles ainda vieram com passaportes emitidos pelo Império Turco-Otomano que dominava esta região até o final da 1ª Guerra Mundial, o que lhes valeu o apelido genérico de  "trucos".
           A maioria deles inicia a vida como vendedor ambulante e comercializava cortes de fazendas, artigos de armarinho e colchas,comprados na região da Rua da Alfândega e eram conhecidos como mascates.
           O mascate é considerado um símbolo do comércio na área e tem até uma estátua em sua homenagem na  SAARA.