Google+ Badge

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

CONHEÇA A PROFISSÃO: TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO


O profissional Técnico em Segurança do Trabalho é um dos mais requisitado hoje em dia
O Brasil sempre teve altos  índices de acidentes no trabalho. Registra-se meio milhão de acidentes de trabalho ou no trajeto por minuto. Dados do INSS demonstram que de 2005  2006  houve um aumento de 5,6% no total de acidentes.

  uma lei específica na área de Segurança, que exige a presença deste profissional no quadro funcional na maioria das empresas com mais de 100 funcionários.

O Técnico em Segurança do Trabalho atua na eliminação, controle e redução de acidentes de trabalho, orientando o empregador e empregados sobre riscos, atividades e ambientes perigosos ou que causam danos  à saúde. Ele colabora com treinamentos, campanhas e outras atividades de sensibilização para a prevenção, como o uso adequado de Equipamentos de proteção individual (capacete, luvas, óculos, botas, cinto de segurança etc.).  Em caso de acidentes, deve investigar a causa, apontando o motivo e meios de prevenção.

O quadro de Segurança do Trabalho de uma empresa compõe-se de uma equipe multidisciplinar composta por Técnico de Segurança do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Médico de Segurança do Trabalho e Enfermeiro do Trabalho. Estes profissionais formam o que chamamos de SESMT- Serviço Especializado em Engenharia e Medicina do Trabalho.  Também os empregados da empresa constituem a CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, que tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças de correntes do trabalho, e modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.

O campo de atuação: o profissional de Segurança do Trabalho tem uma área de atuação bastante ampla. Em geral ele atua em fábricas de alimentos, metalurgias, construção civil, hospitais, grandes empresas estatais, mineradoras e extração. Também na área rural em empresas agro-industriais.

A profissão está entre as mais procuradas nos cursos técnicos oferecidos no Brasil. É inquestionável a importância  da profissão. Visto que o acidente trabalhista está entre as maiores causas das ocorrências de acidentes nos hospitais, o governo de Fernando Henrique ampliou e investiu pesado nesta área e  criou políticas que obrigue as empresas a investirem na segurança dos seus funcionários.

Os principais benefícios dessa profissão: - Aumento gradual da oferta de vagas, à medida que cresce o reconhecimento por essa função dentro das grandes empresas, pois esse profissional desempenha ações de prevenção importantes que evitam acidentes, geram economia e desenvolvem uma política sustentável.
A média salarial do Técnico em Segurança do Trabalho varia de R$ 2.000,00 nos  anos iniciais, a R$ 5.000,00  no auge  da carreira, que pode ser atingido em até 8 anos.

Prof. Téc. em Seg. Trab José Lopes de Oliveira