Google+ Badge

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

FAMILIAS DOENTES, SOCIEDADE DOENTE


De: Pr. Ailton Desidério – PIB Lins de Vasconcellos-Rj – Adaptado por: Pr. José Lopes

"Eram, porém, os filhos de Eli filhos de Belial, nao conheciam ao Senhor" I Sm 2.12

Introdução

A máxima que todos conhecemos diz que a família é a célula mater da sociedde. A lógica é clara: família saudável – sociedade saudável, família doente – sociedade doente.

O quadro social que vivemos é estremamente negtivo e preocupante. São tantas as atrocidades, os atos de violência de corrupção, de imoralidade que a pergunt que não quer calar é: 'o que está acontecendo com a sociedade?"

Um exemplo da necessidade de famílias mais saudáveis e estruturas vem da paixão nacional.
O mundo do futebol foi abalado com notícias sobre comportamento sem limites do craque adriano e acabou com sua não convocação. A Veja de 17 de amrço publicou "O barraco armado pelo imperador" Adriano alcoolizado, segundo a Veja, protagonizou cenas de fúria e baixaria na favela de Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro.

Qual é o conceito de família? A família representa um grupo social primário que influencia e é influenciado por outras pessoas e instituições. É um grupo de pessoas, ou um número de grupos domésticos ligados por descendência a partir de um ancestral comum. Matrimômio ou adoção.

A família é unida por múltiplos laços capazes de manter os membros moral, material e reciprocamente durante uma vida e durante as gerações.

Podemos, definir família como um conjunto invisível de exigências funcionais que organiza a interação dos membros da mesma, consierando-a, igualmente, como um sistema que opera através de padroões transacionais. Assim, no interior da família, os individuos podem constituir subsistemas, podendo estes ser formados pela geração, sexo, interesse e ou função. Havendo diferentes níveis de poder e onde os comportmentos de um membro afetam e influenciam os outros membros.

A psicolóloga Suzy fleury, que já atendeu atletas da Seleção afirma: "A alta incidência de casos de uso abusivo de álcool nesse meio se explica pela trajetória que muitos dos jogadores têm em comum. Eles experimentam ascensão meteórica e, como em geral não contam com uma base familair sólida nem com estudo, ficam completamente desorientados". No caso de robinho (boate de Leeds, vizinha a Manchester), Vejapublicou "Todos eles seguiram o mesmo roteiro, da infância pobre, em meio a uma família pouco estruturada, ao estrelato e à fortuna repentinas, sem condição, tempo ou disposição para o amadurecimento emocional".

Tiger Woods – depois de revelações sobre casos extraconjugais ele começou a cair, no retorno aos campos ele afirmou a amsi de 200 jornalistas; "Quero ser um homem e um pai de família melhor do que antes".

A família como unidade social, enfrenta uma série de tarefas de desenvolvimento, diferindo os níveis dos parãmetrso culturais, mas possuindo as mesmas raízes universais.

A família vem-se transformando através dos tempos, acompanhando as mudanças religiosas, econômicas e sócio-culturais do contexto em que se encontram inseridas.

Mas, se queremos chegar a raiz do problema não podemos desconsiderar o fato de que se a sociedade está doente é porque a família está doente.

Este é um espaço-cultural que deve ser continuamente renovado e reconstuído; o conceito de próximo encontra-se realizado mais que em outro espaço social qualquer, e deve ser visto como espaço político de natureza criativa e inspiradora.

O texto de I Samuel 2.27ss, nos relata a exortação que Deus dirige ao sacerdote Eli, por conta do desleixo, da vista gorssa, que ele estava fazendo aos pecados dos seus dois filhos: Hofni e finéias. Não tardou muito para que as consequencias do pecado da família do sacerdote Eli refletisse sobre todo Israel.

Assim,a família deverá ser encarada como um todo que integra contextos mais vstos como a comunidade em que se insere.

No capítulo 4 de I Samuel encontramos o realto da vitória dos filisteus sobre Israel. Além de matarem os filhos de Eli, os filisteus levaram o maior símbolo da presença de Deus para o povo de Israel, a Arca do Senhor.

Quando Eli toma conhecimento de tamanha desgraça, cai da cadeira, quebra o pescoço e morre. A esposa de Finéias, que estava grávida, entra em trabalho de parto e dá a luz a um filho dando-lhe o nome de Icabode, que significa;"sem glória", morrendo em seguida. Toda a sociedade de Israel sente e sofre com a ausencia da glória do Senhor.

A família é um sistema de membros interdependentes que possuem dois atibutos; Comunidade dentro da família e interação com outros membros.

Podemos traçar um paralelo entre a história do tempo do sacerdote Eli e a nossa história hoje? Sem dúvida que sim!

O que está contecendo com a sociedade hoje? Quais as principais causas que tem contribuido para o adoecimento da nossa sociedade: políticos corruptos? Vilência fora do controle? Imoralidade exacerbada? Sem dúvida que todos esses fatores têm contribuido para o adoecimento da sociedae, mas na raiz do problema, o que encontramos é um processo de descaracterização da família, a começar pelas famílais que deveriam servir de exemplo para outras famílais.

Muitos crentes e até pastores hoje falam do mundo, da sociedae, como se estivessem do lado de fora. Tomam uma atitude defensiva como forma de negar uma triste realidade, que é a coniv~encia com que a família dos sacerdotes, crentes (incluo aqui alguns pastores), estão dando ao pecado.

Precisamos estar atentos, porque o inimigo (o Diabo) não quer ver a família consagrada e orando, para isto devemos nos unir como Igreja para orar e buscar a face do Senhor.

Creio que não poderiamos dizer como disse o Apóstolo Paulo à Igreja de Corinto de que pecados que não ocorrem entre os pagãos têm se estabelecido no seio da Igreja hoje I Cor 5.1-2 "Por toda parte se ouve que há imoralidade entre vocês, imoralidade que não ocorre nem entre os pagãos, ao ponto de um de vocês possuir a mulher de seu pai. E vocês estão orgulhosos! Não deviam, porém, estar cheios de tristeza e expulsar aquele que fez isso?"

É muito grave! Toda sorte de pecdos presentes no mundo (adultério, pedofilia, relação sexual anti-bíblica, atos de corrupção, tráfico de influência, roubo, tem sido, lamentavelmente, práticas comuns nas igrejas evangélicas do Brasil). A apostasia dos crentes têm contribuído parao apodrecimento da sociedade hoje.

Mas por que Eli deveria pagar pelo pecado dos seus filhos?
O texto bíblico diz que o sacerdote Eli honrou mais os seus filhos do que a Deus I Sm. 3.29 "Por que vocês zombam de meu sacrifício e da oferta que determinei para a minha habitação? Por que você honra seus filhos mais do que a mim, deixando-os engordar com as melhores partes de todas asofertas feitas por Israel, o meu povo?"

A conivência dos pais com o pecado dos filhos gera a perda de autoridade. Se o filho não encontra um referencial de autoridade na própria casa, não saberá comose portar e nem respeitar qualquer tipo de autoridade.

As igrejas hoje, em especial as tradicionais, sofrem com a quebra de autoridade. Na sociedade em geral nem se fala. Quem não reconhece a autoridade na família não reconhecerá na igreja, na escola, na rua, no trabalho. Pior! Não reconhecerá a autoridade de Deus sobre sua vida.

A Glória de Deus tem se afastado da sociedade por conta do pecado dos crentes, dos salvos. Jesus disse que os seus discipulos deveriam ser "a luz do mundo" Mat. 5.14.

Uma das dez pragas que Deus enviou sobre os egípcios foi a praga das trevas Êx.10.21,29 Diz o texto que enquanto todas as casas do Egito estavam em trevas havia luz nas casas do povo de Deus. "O Senhor disse a Moisés: 'Estenda a mão para o céu, e trevas, cobrirão o Egito, trevas tais que poderão ser apalpadas'. Moisés estendeu a mão para o céu, e por três dis houve densas trevas em todo o Egito. Ninguém pôde ver ninguém, nem sair do seu lugar durante três dias. Todavia, todos os israelitas tinham luz nos locais em que habitavam".

O problema hoje é que ambas as casas, dos incrédulos e dos crentes, estão em trevas. Nem todas. É claro!

Eli foi julgado por seu desleixo espiritual.

Quebras dos princípios pela omissão dos Pais. Deut. 6.7 "Ensine-as com persitencia a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar". - Efésios 6.4 – "Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor".

Dicas preciosas:
1- Assuma a responsabilidade pela criação de seus filhos;
2- Coloque o Deus Eterno no seu devido lugar, em suas vidas em primeiro Deus disse a Eli "Porque você honra seus filhos mais do que a mim, deixando-os engordar com as melhores partes de todas as ofertas feitas por Israel, o meu povo?" que lugar ocupa Deus em sua vida. I Sm 2.30b "Honrarei aqueles que me honram, mas aqueles que me desprezam serão tratados com desprezo".
3- Priorize a família. Demonstre amor e cuidado por ela;
4- Invista tempo no diálogo;
5- Ame seus filhos e os aceite como são;
6- Pais sejam fortes.

No Novo Testamento encontramos o realto de que o juízo de Deus começará pela casa de Deus, a igreja, pelas famílais dos crentes e pastores I Pe. 4.17 "Pois chegou a hora de começar o julgamento pela casa de Deus; e, se começa primeiro conosco, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus?

O maior símbolo da presença de Deus, a Arca do Senhor, foi levado pelos filisteus. Uma sociedade é constituída a partir dos seus símbolos. Quais os símbolos que tem nortedo a nossa sociedade hoje: Big Brother? Fantástico? Futebol? Internet? Quantos crentes estão abrindo mão de um dos maiores símbolos da fé, que a BIBLIA, para curvarem-se perante esses e outros símbolos do pecado?

Família doentes. Sociedade doente. Não podemos ficar como expectadores e nem como anlistas da história. Precisamos nos comprometer com ela. Precisamos rever nossa postura, não com aquele sentimento de culpa, qu só faz piorar as coisas. Mas com humildade e disposição de consgração a Deus.

A Bíblia diz: "E se o meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei sua terra". II Cronicas 7.14.

Se as familias doentes geram uma sociedade doente, famílais saudáveis geram uma sociedade saudável. Como está a sua família?

Agumas contribuições bíblicas que com certeza contribuirão para a saúde da sua família e, consequentemente, para a saúde da nossa sociedade:

I- Assuma um compromisso inalienável para com Deus. Eli negligenciou no compromisso para com Deus e sofreu as consequencias na vida dos seus filhos, na sua própria vida e na de todo o povo de Israel.

II – Faça da fé em Deus o maior símbolo da sua vida. Medite diariamente na Palavra de Deus e não se esqueça do seu momento gostoso de oração.

III – Coloque sua família no altar de Deus. Esse é o melhor lugar para você experimentar a Graça de Deus no lugar mais significativo do mundo: a sua família.

Conclusão:
A negligencia da família de Eli foi um dos fatores que contribuiu para a derrota de Israel para os filisteu, inaugurando um período de tristeza, chora, dor e sofrimento.

Mas a Graça de Deus né maior do que todo e qualquer pecado, e o arrependimento das famílais de Israel, o texto diz que "o povo de Israel buscava o Senhor com súplicas"; Deus levantou o profeta Samuel para derrotar os filisteus e restaurar a sáude da sociedade.

Eu creio que se as famílais que compõe o povo de Deus se levantar e clamar a Deus por arrependimento, a sociedade sentirá o reflexo de tal ação e com certeza será mais saudável.

A grande vantagem é que a Bíblia nos garante que o nosso inimogo já foi derrotado na cruz, portanto, nós podemos resistí-lo e ele fugirá de nós.

E como resultado veremos muitas famílais restauradas e inseridas com integridade, nos meios sociais e espiritual com um propósito de glorificar a Deus.

Famílais saudáveis, sociedade saudável.

Com carinho: Pr. José Lopes de Oliveira